Afterlife - Psicanalista Sandro Cavallote
17660
post-template-default,single,single-post,postid-17660,single-format-standard,bridge-core-2.6.4,qode-page-transition-enabled,ajax_fade,page_not_loaded,,no_animation_on_touch,qode-title-hidden,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-26.4,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.6.0,vc_responsive

Afterlife

Sim, eu sei que o Ricky Gervais é meio escrotão, mas se tem algo que até ele tem que lidar é com o luto.
 
O luto é individual. É pessoal. É complicado e muito difícil.
E ele também é inevitável para cada um de nós. Inclusive para o Gervais.
 
O luto pode nos ensinar muito mais sobre a vida do que sobre a morte.
 
No Netflix.
 
(*) Caso precise de ajuda para passar por esta fase, procure um profissional. Não há fraqueza na força de entender sua fragilidade. Um profissional pode ajudar. E muito.



Abrir Chat
Posso ajudar?